O Que É Uma Endoscopia Usada E Como Funciona?




Hoje, a medicina avançou marcadamente e os métodos diagnósticos não são exceção. Em situações em que é necessário inspecionar ou avaliar melhor a área doente ou comprometida, é necessário usar métodos como a endoscopia.

A endoscopia é um procedimento médico que é realizado para observar o interior de uma área específica do corpo. Para este propósito, um instrumento chamado endoscópio é usado.

O que é endoscopia para?

Ele serve como um método de diagnóstico e até mesmo para realizar certas cirurgias. Que nos anos anteriores tinha que ser realizada através de cortes ou incisões importantes, com um tempo de recuperação mais longo e complicações da intervenção cirúrgica.

Durante o procedimento, pequenas amostras de tecido (biópsia) também podem ser retiradas através de pequenas pinças para posterior análise. Também extraia corpos estranhos ou pare de sangrar. De acordo com a intenção do procedimento, o médico decidirá qual tipo de endoscópio usar.

Existem diferentes tipos de endoscópios, a maioria inclui uma fonte de luz e consiste de uma pequena câmera no final que pode transmitir uma imagem em tempo real através de uma tela. O que permite ao médico obter uma melhor visão geral, com mais detalhes da situação que o paciente está passando e, dessa forma, implementar o tratamento mais adequado.

para-que-serve-e-como-funciona-uma-endoscopia

De acordo com a área que é necessária para visualizar, será escolhido em tipo de endoscópio adequado. Existem endoscópios rígidos ou flexíveis e também variam em tamanho. Eles podem ser introduzidos no corpo através de orifícios naturais, como boca, nariz, uretra, ânus, vagina. Ou através de uma pequena incisão na pele.

Tipos de endoscopias

Essa técnica será chamada de acordo com a área do corpo examinada, como:

  • Artroscopia: examina o interior de uma articulação. O endoscópio é inserido através de uma incisão na pele.
  • Colonoscopia: examina o cólon e o intestino grosso. O endoscópio é inserido através do ânus.
  • Laparoscopia: examina o espaço entre o abdômen e a pelve. É inserido através de uma incisão na pele do abdômen.
  • Cistoscopia: observe a bexiga e entre pela uretra.
  • Histeroscopia: observa o útero e entra pela vagina.
  • Laringoscopia: examina a laringe. É introduzido pela boca ou nariz.
  • Broncoscopia: examina traquéia e brônquios. É introduzido pela boca ou nariz.
  • Gastroscopia ou endoscopia digestiva alta: examina o esôfago, estômago e parte do duodeno. É introduzido pela boca.

Anestesia …

Para realizar esta técnica, o médico geralmente sedava o paciente e colocava um anestésico local antes da introdução do tubo, em certos casos a anestesia geral é necessária. Dependendo da condição do paciente.

Seu médico é quem vai avaliar o tipo de anestesia a ser usado. Se você for instruído neste procedimento, o profissional primeiro explicará o tipo de endoscopia que será realizada, além da preparação necessária, tais como: jejum, mudanças em sua dieta ou a aplicação de laxantes ou enemas.

Na maioria dos casos, o medo é a principal causa de ausência para este tipo de testes diagnósticos. Mas você deve saber que hoje o desconforto gerado pela endoscopia deve ser mínimo. É de vital importância a correta explicação do médico sobre a técnica, detalhando de forma simples o processo, esclarecendo todo tipo de dúvidas quanto a riscos e contra-indicações.

A detecção precoce de qualquer patologia ajuda a ter um melhor prognóstico. Siga sempre as recomendações do seu médico, por isso, pelo diagnóstico correto e tratamento adequado, você pode desfrutar de um melhor estado de saúde e, consequentemente, uma melhor qualidade de vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *